fbpx

Chocolate com pimenta, chocolate e pimenta.

5/02/2016

Pense rápido: se falam sobre pimenta, você associa a qual país? Ao México, arriba! E se falarem sobre chocolate? Se o assunto for sua origem, pode ajustar a poltrona e preparar o café, pois lá vem história. O México também pode ser associado a essa delícia em forma de barra, que acaba com a ansiedade de todo mundo. Há mais ou menos três mil anos, o povo olmeca – que se desenvolveu nas regiões tropicais do atual México – foi responsável pelo início do cultivo de uma planta que deu origem ao chocolate.

Cacahuaquchtl: esse é o nome da planta que dava frutos grandes, o cacau. Que nome, hein?

É claro que o chocolate em si não foi criado nessa época. Porém, um derivado dele, uma bebida fermentada, feita com as sementes do cacau, que fazia sucesso. Suas sementes eram torradas, moídas e misturadas, veja só: com pimenta. Será que veio daí o famoso bordão que virou até nome de novela?

Para o povo asteca, o cacau servia como fonte de energia e de sabedoria espiritual. Assim, serviam seus guerreiros em expedições militares.

Um desbravador espanhol, chamado Hernán Cortéz, em uma de suas expedições pelo México, ficou fascinado com a forma como os astecas veneravam as sementes de cacau e, principalmente, com o “cacauhuatt”: uma bebida muito apreciada pelo último rei asteca, Montezuma II. Foi aí que o fruto começou a ficar conhecido na Europa, pois Hernán Cortéz trouxe o cacau à Espanha, onde, anos mais tarde, juntaram adoçante à bebida tornando-a bem mais agradável ao paladar europeu. Naquela época, ainda, o México começou a criar enormes plantações de cacau, visto que o fruto tinha enorme potencial como moeda de troca.

A revolução do chocolate veio em 1828, na Holanda, onde a indústria permitiu a criação do chocolate que conhecemos nos dias de hoje.

Depois de dar a volta ao mundo e de tornar-se experimento para tantas culturas, o cacau – ou o chocolate mesmo – virou fonte de inspiração para tantos cardápios, como o do Zapata Mexican Bar. No El menú, você pode encontrar delícias como o “Churros a La Zapata”, com cobertura de chocolate, a “Paleta de Chocolate Holandês”, o Brownie de Chocolate com Castanha do Pará e Creme e muito mais. Claro, sempre com aquele toque de pimenta, marca registrada desse país tão rico e inspirador.

Solicitar Reserva


A reserva será confirmada por telefone.