Pinhata: brincadeira com toque mexicano.

15/04/2016

Você, certamente, já participou de alguma festa infantil em que aquela enorme bexiga de cor chamativa, repleta de balas, doces e pirulitos, estava pendurada em um canto do salão só esperando o momento certo para que um ser fosse até ela e executasse a ação perfeita: o estouro. Saiba que essa forma “abrasileirada” de brincar, no México, faz parte da cultura e dos costumes locais.

Embora seja conhecida no México, a primeira aparição da pinhata foi na China, com festas de ano novo.

Por lá, o objeto ficou muito forte nas celebrações religiosas: dias que antecediam o Natal, uma pinhata colorida – e nada discreta – simbolizava a tentação do pecado. Ela era feita de panela de barro, forrada com papel de diversas cores e decorada, resultando em uma estrela com sete bicos. E o mais legal é que as pontas dessa estrela representavam os pecados capitais.

 

O jogo simulava a luta do bem contra o mal em que o símbolo tenebroso tinha que ser destruído por uma fé cega.

Fé cega? Será por isso que os olhos da pessoa são vendados antes de participar? Isso mesmo! E ao destruir a pobre pinhata eram recompensados com uma benção divina – além das balas e guloseimas. Atualmente, as pinhatas continuam sendo usadas em festas de fim de ano, o que difere são os formatos: carros, super-heróis, personagens, entre outros, que levam a alegria da criançada e de um povo que traz a recordação histórica em seus costumes.

Aqui no Brasil, as pinhatas possuem outros nomes: quebra-panela, quebra-pote ou pichorra. Sem contar as belíssimas bexigas, essas não faltam de jeito nenhum. É um recurso mais econômico, um jeitinho brasileiro! 😉

Embora sejam pouco comuns no país, no Nordeste eles ganham um pouco de vida. Com outros nomes, claro. Mas a ideia, aqui, foi abrir o seu conhecimento para esse ícone que vira e mexe está figurando em programas televisivos e desenhos animados. Como o nosso negócio é “mexicanizar”, não poderíamos deixar para trás um ícone nacional. É interessante como uma brincadeira infantil pode ser levada tão a sério, não é mesmo?

Solicitar Reserva


A reserva será confirmada por telefone.